05 passos para evitar gastos desnecessários com o vale-transporte

A gestão inteligente desse benefício fará com que sua empresa economize tempo e dinheiro

24 de outubro de 2019

Ao abrir um negócio, independentemente do tamanho e segmento, é certo que o empreendedor terá que arcar com alguns gastos fixos, entre eles o custo de deslocamento de seus colaboradores, geralmente pago por meio do vale-transporte.

Experimente, fazer a seguinte pergunta para o seu departamento pessoal: quanto é o meu gasto com vale-transporte? Você pode se surpreender com a resposta.  

Este é um gasto que muitas empresas não levam em consideração. No entanto, com algumas ações simples é possível economizar bastante no pagamento desse benefício. Continue a leitura e veja gastar menos com o deslocamento dos seus funcionários.

1. Sugira rotas alternativas

Ao ser contratado o colaborador faz o pedido de uso do vale-transporte e informa a quantidade de conduções e o valor das tarifas praticados no trajeto casa-trabalho-casa.  

Contudo, o seu time de RH ou DP pode fazer a verificação usando o endereço da empresa e o da casa do colaborador e verificar se existem outras opções de condução, com a tarifa mais baixa. 

2. Conscientize os seus funcionários

O colaborador que usar de forma indevida o benefício do vale-transporte pode ser penalizado. Ou seja, o cartão deve ser usado apenas para o deslocamento casa-trabalho-casa.

Portanto, conscientize seu colaborador e o incentive a usar de maneira correta os valores destinados a ele para o transporte. 

3. Reaproveite o saldo não utilizado no vale-transporte

Mesmo com todo cuidado, é bastante comum sobrar saldo no cartão de vale-transporte. Isso porque, o seu funcionário pode ter ganhado uma carona, usado algum aplicativo de transporte ou até mesmo ido a pé ou de bicicleta para o trabalho.

Nesse sentido, é previsto em lei a possibilidade de o empregador poder aproveitar o saldo remanescente e apenas completar o valor necessário para o deslocamento daquele período. Mas, como saber o quanto está sobrando no cartão do seu colaborador? Fazendo uma gestão inteligente do vale-transporte.

É sobre isso que vamos falar no próximo tópico. Vamos nessa?

4. Faça a gestão do vale-transporte

Muitas empresas não se atentam aos gastos com vale-transporte. Ou seja, apenas depositam os valores para os seus colaboradores que acabam acumulando saldo nos cartões.

Contudo, esse problema pode ser resolvido facilmente com uma gestão inteligente do benefício. Nós preparamos uma planilha para fazer a gestão dos gastos com o deslocamento dos seus colabores.

É bastante simples, você precisa apenas cadastrar os seus colaboradores e o quanto eles gastam com passagem. Feito isso, a própria planilha faz o controle e aponta o quanto deve ser depositado para o funcionário.

vale-transporte

5. Invista em uma solução para a gestão de vale-transporte

A gestão do vale-transporte por meio de planilhas é bastante útil. Porém, se a sua empresa tiver um número elevado de funcionários, ou se você possui funcionários que utilizam conduções municipais e intermunicipais simultaneamente, esse processo começa a ficar complicado.

Nesse sentido, existem no mercado softwares que fazem essa gestão de forma automatizada. Aqui na Mastermaq nós utilizamos uma dessas soluções e conseguimos economizar 15 mil reais por mês com a gestão do vale-transporte.

Como vimos, é importante conscientizar os seus colaboradores e também fazer o controle de gastos com vale-transporte em sua empresa. Portanto, pesquise bastante e entenda se a sua empresa necessita ou não de um software de gestão.

Espero que eu tenha ajudado você a entender como economizar com a gestão do vale-transporte. Quer saber o quanto a sua empresa pode economizar com a gestão desse benefício? Utilize nossa calculadora e descubra.

Escrito por

João Vitor Fernandes - Analista de Conteúdo

João Vitor é jornalista, pós-graduado em Marketing para Mídias Sociais e Especialista em Produção de Conteúdo com certificações em Inbound Marketing e Blogues Corporativos. Atualmente atua como Analista de Conteúdo na Mastermaq.

Confira nossos outros posts