Quais são os termos contábeis essenciais para um contabilista?

Toda área tem uma linguagem própria. Existem várias palavras que você só encontra em um local, parecendo até mesmo um idioma diferente para quem não conhece. Na contabilidade não é diferente! Os termos contábeis estão sempre presentes, desafiando os novos contabilistas. Será que você sabe todos eles?

Ativo, patrimônio, depreciação, faturamento… As palavras específicas de contabilidade parecem infinitas! Mas, para te ajudar na hora de receber um arquivo do escritório que trabalha, listamos alguns termos importantes para o seu dia a dia. Confira!

Vários conceitos para vários termos contábeis

Os termos contábeis não aparecem apenas para complicar quem é novo na área. A contabilidade conta com vários conceitos que exigem uma nomenclatura específica, o que exige uma explicação detalhada sobre cada uma delas.

Um bom exemplo é com o termo ativo. Utilizamos essa palavra para falar que uma criança brinca muito, mas na contabilidade vamos além. Sendo uma dos termos mais utilizados na área, o ativo é a parte do patrimônio da empresa que corresponde aos seus bens e direitos.

Por outro lado, temos também a palavra passivo com grande destaque no meio contábil. Ela representa as obrigações da empresa com outras organizações, pessoas ou sócios. Ou seja: é tudo aquilo que a empresa precisa fazer para terceiros.

Siglas de todos os jeitos

Se tem uma coisa que não falta no meio contábil é a utilização de siglas. Seja para identificar obrigações, órgãos ou mesmo uma situação que ocorreu na empresa, as siglas estão presentes a todo tempo na contabilidade.

Alguns exemplos de obrigações e que são representadas por siglas:

  • ECF: Escrituração Contábil Fiscal;
  • ECD: Escrituração Contábil Digital;
  • EFD-Reinf: Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais;
  • eSocial: Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas;
  • DIRF: Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte;
  • SPED: o Sistema Público de Escrituração Digital consiste na modernização do método para cumprimento das obrigações acessórias, transmitidas pelos contribuintes, utilizando da certificação digital para assinatura dos documentos eletrônicos e garantindo assim a validade jurídica apenas na sua forma digital.

Agora, veja outras siglas que representam situações específicas que podem acontecer em uma empresa:

  • TIR: Taxa Interna de Retorno é a taxa hipotética obtida através dos fluxos de caixa de um investimento, utilizada para decisão de viabilidade de um projeto, comparada com a TMA determinada pelos sócios ou acionistas.
  • TMA: Taxa Mínima de Atratividade é uma taxa de juros para determinar o mínimo de retorno que um investidor quer aplicar em um investimento, sendo formada a partir de variáveis como o custo de oportunidade, risco do negócio e liquidez.
  • DFC: Demonstração do Fluxo de Caixa, que analisa as entradas e saídas de dinheiro da empresa, no âmbito operacional, de investimentos e de financiamentos.
  • DMPL: Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, que trata das variações ocorridas nas contas que compõem a situação líquida da empresa.
  • DRE: Demonstração do Resultado do Exercício, responsável pela conferência entre contas de resultado para verificação de lucro ou prejuízo.

Outros termos importantes de saber

A lista de termos contábeis ainda é bem extensa, mas vamos deixar mais alguns essenciais para que você execute o trabalho de maneira correta no escritório. São eles:

  • Balanço patrimonial: demonstração contábil que apresenta a situação do capital da empresa;
  • Capital próprio: é igual ao patrimônio líquido, sendo a porcentagem de investimentos aplicados dos sócios e também gerada pelas atividades da empresa.
  • Capital social: é o valor, definido em contrato ou estatuto, aplicado pelos sócios ou acionistas nas operações da empresa;
  • Déficit: resultado que demonstra que a despesa foi maior que a receita;
  • Depreciação: conta que recebe os lançamentos que diminuem o valor de edifícios ou máquinas por motivo de uso, desgaste natural ou obsolescência;
  • Fato contábil (ou administrativo): são fatos que provocam alterações patrimoniais ou de resultado, divididos em fatos permutativos, modificativos ou mistos;
  • Faturamento: valor da receita de bens ou serviços vendidos em um período;
  • Patrimônio líquido: obrigações da empresa com os sócios ou acionistas envolvendo os valores investidos, reservas de capital e lucros ou prejuízos acumulados;
  • Regime de caixa: apuração de resultados considerando a entrada e saída de dinheiro;
  • Superávit: resultado que demonstra que a receita foi maior que a despesa.

Anotou no seu caderno ou no bloco de notas? Os termos contábeis vão estar presentes em todos os lugares, então é bom que você tenha eles sempre a mão. Nos acompanhe pelo Facebook e pelo LinkedIn para ficar sempre ligado em novidades!

Mastermaq

Com mais de 25 anos de experiência, a Mastermaq oferta produtos e serviços baseados em softwares para todo o território nacional. Contamos com uma rede especializada que atende em todas as regiões do país, envolvida no acompanhamento de milhares de contratos ativos.

LEIA TAMBÉM