Saiba tudo sobre Cloud Computing

19 de fevereiro de 2021

Com o avanço da tecnologia, o termo Cloud Computing vem se tornando bastante popular no mundo dos negócios. Resumidamente, esse termo significa vários recursos tecnológicos, entregues por meio de serviços online e o pagamento é realizado mediante o uso. 

Ainda ficou na dúvida do que se trata essa tendência e como ela faz parte do seu dia a dia? Continue a leitura do artigo e saiba tudo sobre o Cloud Computing. 

 

O que é Cloud Computing?

Também conhecido por computação em nuvem, o Cloud Computing é um servidor físico que permite o usuário acessá-lo de qualquer lugar, desde que tenha internet. Ou seja, a nuvem utiliza a conectividade e a Internet em larga escala para hospedar os mais diversos recursos, programas, serviços e informações. 

Dessa forma, o usuário adquire e utiliza os serviços, e normalmente os fornecedores são os responsáveis pela manutenção, armazenamento de dados (acordado previamente entre as partes) e do backup das informações contidas. 

Vamos exemplificar: Se você já assistiu algum filme nos diversos serviços de streaming que temos, já fez alguma viagem nos aplicativos de transporte urbano ou já editou algum documento online, podemos dizer que você utilizou um dos serviço de computação em nuvem, caracterizado como SaaS. Mas falaremos mais sobre os serviços oferecidos pelo Cloud Computing ao longo deste artigo.


Como surgiu?

Mesmo que o termo Computação em nuvem tenha se popularizado há alguns anos, essa ideia é mais antiga do que se imagina. No ano de 1950, a aquisição de um maquinário era muito cara, por isso, as empresas possuíam apenas um ou dois computadores. 

Porém, alguns usuários acessavam seus computadores que estavam conectados a uma central mainframe, ou seja, uma plataforma integrada de computadores com um volume alto de informações. 

Contudo, na década de 60, a computação em nuvem ganhou força e foi se expandindo. Podemos citar o americano John McCarthy, que foi um especialista na área da computação e que foi um dos primeiros a discutir sobre utilizar computadores de forma simultânea por mais de um usuário. 

McCarthy definiu essa ideia como Utility Computing e anos depois chegaria ao Cloud Computing. 

Não podemos deixar de mencionar a Rede de Agências de Projetos de Pesquisa Avançada (ARPANET), criada em 1969, por Joseph Carl Robnett Licklider. Ela foi a primeira rede que permitiu que informações fossem compartilhadas por computadores que não estavam no mesmo local físico. 

Atualmente o termo é bem conhecido e, além do compartilhamento de informações, o Cloud Computing oferece outras vantagens para os seus usuários. 

 

Vantagens da computação em nuvem

Se analisarmos bem como o uso da tecnologia tem se apresentado ao mercado empresarial, a utilização do Cloud Computing se torna um forte aliado para as empresas. Veja algumas vantagens que a utilização desse serviço oferece para os seus usuários: 

 

  • Centralizar informações: Esse modelo impede que o armazenamento dos dados fiquem em programas diferentes, sendo assim, ele se concentra em um único ambiente.
  • Economia dos custos: Com a utilização do Cloud Computing, você não precisa investir valores altos em infraestrutura, pois você investirá o valor no que chamamos de  despesas variáveis, ou seja, pagará pelos recursos que for consumido.

  • Expansão geográfica: Uma vantagem considerável da computação em nuvem é a possibilidade de ampliar as atividades para lugares distantes. Imagine uma empresa com várias filiais em que os colaboradores precisam trocar informações em grande escala e em pouco tempo. Utilizando a nuvem, a transferência de arquivos é mais rápida e pode ser acompanhada em tempo real.

  • Agilidade: Na correria do dia a dia, ter acesso fácil aos mais diversos recursos da tecnologia é uma vantagem indispensável. Dessa forma, a inovação chega de forma mais rápida. 

Diante desse cenário, a utilização da nuvem é a preferência de muitas empresas e escritórios atualmente. Clique aqui e veja o nosso artigo sobre os benefícios da computação em nuvem. 

 

Como funciona?

A computação em nuvem utiliza um servidor remoto para conectar aparelhos dos usuários aos recursos centralizados. Esses servidores remotos armazenam todo o tipo de programas, arquivos e dados que você precisa, mesmo localizado em outro país. 

Contudo, existem três modelos de Cloud Computing: o público, o privado e o híbrido. Conheça cada uma delas a seguir. 


Nuvem pública

Nesse modelo, os recursos de computação (como servidores e a capacidade de armazenamento) são fornecidos por terceiros e oferecidos para usuários individuais ou empresas que desejam contratá-los.

Portanto, a única responsabilidade do usuário é alimentar o que será fornecido à nuvem, ou seja, tudo aquilo que for enviado para ambiente, seja algum arquivo ou aplicativo. Sendo assim, a manutenção, a segurança e o gerenciamento geral ficam por conta do provedor. 

Na nuvem pública, as informações armazenadas são compartilhadas pelos usuários que tiverem acesso à máquina destinada para eles de forma simultânea. 


Nuvem privada

Na nuvem privada, toda a infraestrutura do Cloud é mantida em um ambiente próprio da empresa. Dessa forma, o acesso é restrito, ou seja, apenas pessoas autorizadas podem ter acesso aos dados, como por exemplo colaboradores e parceiros. 

Nesse modelo, é possível que a empresa personalize as funções e o suporte de acordo com as suas necessidades, direcionando as funcionalidades da nuvem para a sua realidade, uma vez que ela é feita exclusivamente para a empresa. 


Nuvem híbrida 

Por fim, como o nome já sugere, a nuvem híbrida é a junção dos dois modelos mencionados anteriormente, ou seja, encontramos características da nuvem pública e da privada. 

Por exemplo, um usuário precisa manter uma operação em sua nuvem privada, mas ele também necessita fazer backup em uma nuvem pública. Com isso, ele utiliza o modelo híbrido.  

 

Serviços do Cloud Computinge

Podemos citar três principais tipos de computação em nuvem utilizados atualmente: SaaS, PaaS e IaaS. Saiba mais sobre eles.  

SaaS

O Software como Serviço é o tipo mais comum de utilização da computação em nuvem. Se você utiliza ou sua empresa utiliza um e-mail, então estão em contato com esse serviço. 

O SaaS permite que você adquira o serviço e utilize a nuvem de forma gratuita, geralmente com recursos limitados. O acesso ao software é feito online e o usuário não precisa se preocupar com instalação e configuração. 

PaaS

O Platform as a Service oferece um ambiente completo para desenvolvimento on demand, ou seja, a possibilidade de modificar e criar aplicativos e software. 

A manutenção e atualização da infraestrutura são realizadas pelo servidor, dessa forma o usuário mantém o foco na implantação e na gerência dos aplicativos.  

IaaS 

O Infrastructure as a Service permite que todos os recursos de infraestrutura sejam   alugados de acordo com a necessidade do usuário. Com ele você consegue utilizar servidores em nuvem, espaço para armazenamento de dados e serviços relacionados ao TI. 

A Mastermaq possui uma linha de soluções que vai de encontro às necessidades do cenário descrito acima, trazendo segurança e flexibilidade para a sua empresa. Clique aqui e conheça mais sobre esses serviços. 

 

Então, gostou desse conteúdo? Espero que sim.

Saiba que com a Mastermaq você pode contar! Até a próxima.

Escrito por

Michele Ribeiro - Analista de Conteúdo

Michele é graduada em comunicação social – Jornalismo e possui certificações em marketing digital, marketing para redes sociais e customer success. Atua como Analista de Conteúdo na Mastermaq.

Confira nossos outros posts