Machine Learning: o que é e como as empresa usam a tecnologia

Conheça a história do Otávio e como ele usou a tecnologia para melhorar seus processos

7 de maio de 2020

Você já assistiu ao filme A.I. — Inteligência Artificial? Ou então a trilogia Matrix? Pois bem, estas produções trabalham com o conceito de Inteligência Artificial. Mas além dos filmes, você já reparou o quanto essa tecnologia tem sido cada vez mais usada? Dentro da indústria, por exemplo, a Machine Learning tem ganhado cada vez mais espaço.

Isso porque, essa tecnologia consegue diminuir custos, aumentar a eficiência e a produtividade das empresas. 

Não sabe o que é Machine Learning? Fique tranquilo, no artigo de hoje vamos conhecer a história do Otávio e, com ela, conhecer mais sobre essa tecnologia e entender como ela pode ajudar a aumentar a produtividade. Vamos nessa?

Afinal, o que é essa tal de Machine Learning?

Essa foi a pergunta que o Otávio se fez, quando começou a pesquisar sobre tecnologia que poderiam ser aplicadas em sua pequena indústria de produção de queijo no interior de Minas Gerais. Ele ouviu esse termo em uma conversa com o seu amigo Marcos, amante da tecnologia e que dedica seu tempo a encontrar soluções tecnológicas para pequenas e médias empresas.

No começo, Otávio não deu muita bola. Para ele, essas coisas só aconteciam em filmes e, mesmo que fosse algo real, seria muito caro trazer essa tecnologia para o seu negócio. 

Mesmo assim, ele resolveu pesquisar e começou a descobrir algumas coisas!

Primeiras descobertas

Depois de descobrir que Machine Learning — ou aprendizado das máquinas — é um derivado da Inteligência artificial, Otávio aprendeu que este termo começou a ser usado ainda na década de 50. 

Naquela época os computadores eram usados apenas para fazer cálculos, e as programações eram feitas manualmente. Neste ponto, Otávio se lembrou do filme Estrelas além do Tempo, em que mulheres escreviam os códigos em cartões para que os computadores fizessem o processamento.

A partir dos estudos do programador da IBM, Arthur Samuel, foi desenvolvido um computador que começou a fazer outras funções além dos cálculos. O teste foi feito com um jogo de damas. Foi percebido neste teste que a máquina desenvolveu uma estratégia para vencer a partida.

Então a Machine Learning é a inteligência artificial?

Otávio continuava suas pesquisas, afinal ainda estava confuso sobre todos estes termos. Durante seus estudos, ele assistiu a um vídeo que o explicou em detalhes a diferença entre estes dois termos.

Inteligência artificial, portanto, é bem mais recente e diz sobre a combinação de vários algoritmos que cria um ambiente favorável ao desenvolvimento de um sistema autônomo. Nesse ponto, Otávio se deparou com o exemplo da SIRI, inteligência artificial da Apple, e percebeu que esta tecnologia estava bem mais próxima do que ele imaginava.

Ele percebeu, também, que o Machine Learning era o processo de dotar a máquina da capacidade de analisar dados e realizar as próximas ações com base nos resultados anteriores. 

Isso começou a interessar Otávio, que percebeu que talvez o seu amigo Marcos não estivesse tão errado, mas algo ainda o incomodava. Como ele poderia usar essa tecnologia em sua pequena indústria queijeira?

Como essa tecnologia pode me ajudar?

Otávio estava bastante interessado em tudo isso porém ele imaginava que seria um investimento muito caro trazer essa tecnologia para o seu negócio. Ele observou que grandes empresas já usavam esta tecnologia.

A indústria automobilística, por exemplo, tem o caso da Ford, que testa seus primeiros protótipos de carros autônomos. Um outro exemplo de empresa que usa essa tecnologia é a Uber, que usa a tecnologia do Machine Learning para fazer com que os motoristas do aplicativo sejam direcionados de acordo com as características pedidas pelos usuários.

No entanto, estes exemplos fizeram com que Otávio desistisse da ideia. Ele não teria o poder de investimentos que estas grandes multinacionais possuem. Ou seja, isso seria algo que ele não poderia fazer.

A tecnologia sempre nos surpreende

Na segunda de manhã Otávio chegou na fábrica e foi checar seus e-mails antes de começar as tarefas diárias. Quando abriu sua caixa de mensagens,  se deparou com uma mensagem do Marcos o convidando para um evento sobre tecnologia que aconteceria em Belo Horizonte, no próximo final de semana. 

Mesmo descrente, ele fez sua inscrição e veio acompanhar seu amigo no evento. Durante uma das palestras sobre automação industrial, ele percebeu que ter uma linha de produção totalmente inteligente, com certeza custaria caro.

No entanto, ele poderia investir nessa tecnologia para o processo de pasteurização do leite, por exemplo, que é um processo muito preciso e que precisa ser feito com bastante atenção.

O processo de pasteurização do Leite elimina bactérias durante a produção do queijo. Porém ela precisa ser feita seguindo alguma regras:

  • O leite precisa ser aquecido em uma temperatura de 65 ºC;
  • Esperar 30 minutos;
  • Resfriar o leite em banho maria até atingir a temperatura de 34º;
  • Armazenar em outra panela limpa e esterilizada para continuar o processo.

Ao conversar com algumas pessoas sobre sua ideia, Otávio percebeu que o investimento em máquinas configuradas para obedecer esse processo seria possível. Os olhos do nosso herói voltou a brilhar e ele saiu de lá convencido em mudar as coisas em sua fábrica de queijos.

A importância da tecnologia para as empresas

No mês seguinte ao da instalação do novo maquinário,  Otávio já sentiu algumas diferenças. Antes ele precisava de três funcionários dedicados ao processo de pasteurização. O seu processo era todo manual, causando desperdícios devido a alguns erros.  

Agora, o seu pasteurizador faz todo o processo e ele precisa apenas verificar a qualidade dos resultados. Com isso, ele pode diminuir custos com os desperdícios e ainda otimizar o processo da sua fábrica.

Além destes benefícios, o Machine Learning pode ajudar as empresas a entregarem produtos e serviços mais modernos, transformar as relações de trabalho e as funções dos profissionais e aumentar a qualidade.

Como vimos com a história do Otávio, tecnologias como a Machine Learning podem ajudar a otimizar os processos dentro das empresas, principalmente, nas indústrias. E você contador, já pensou como a tecnologia pode ajudar você e o seu cliente? Para te ajudar a pensar um pouco mais, esse conteúdo sobre as tendências do Blockchain em 2020 pode ser útil. 

Quer saber mais sobre tecnologia? Em nosso próximo artigo nós vamos falar sobre a Internet das Coisas e sua atuação no mercado. Espero você!

Escrito por

João Vitor Fernandes - Analista de Conteúdo

João Vitor é jornalista, pós-graduado em Marketing para Mídias Sociais e Especialista em Produção de Conteúdo com certificações em Inbound Marketing e Blogues Corporativos. Atua como Analista de Conteúdo na Mastermaq.

Confira nossos outros posts