Qual a importância do contador para a gestão financeira das empresas?

9 de maio de 2019

Fazer uma boa gestão financeira é fundamental para o sucesso das empresas. Com um controle financeiro bem feito, o seu cliente poderá tomar, por exemplo, decisões estratégicas de investimentos ou corte de gastos.

Nesse sentido, você, contador, pode assumir um papel ainda mais importante para o negócio do seu cliente. Como você cuida das entregas das obrigações e conhece a saúde financeira dele, você pode o aconselhar e dar dicas para que ele diminua os erros na gestão monetária do escritório.

Por isso, você precisa assumir esse papel consultivo para o seu cliente. Quer entender como? Continue lendo esse artigo que vamos te explicar.

Como o contador pode ajudar na gestão financeira?

O primeiro passo é ajudar o seu cliente a escolher o melhor regime tributário para o tipo de negócio dele. Essa atitude pode fazer com que ele evite gastos com impostos desnecessários e tenha menos problemas com a Receita.

Outra possibilidade é fazer o balanço financeiro da empresa e, a partir dele, sugerir investimentos em determinadas áreas ou controle de gastos em outras.

É hora de expandir? Temos que contratar mais pessoas? Precisamos demitir? Você pode ajudar o seu cliente a responder a essas perguntas com uma boa análise do fluxo de caixa e da saúde financeira do escritório do seu cliente. É claro que a decisão final é dele, no entanto, aconselhar é o seu papel.

Esse lado consultivo do contador é, cada vez, mais exigido pelo mercado e você não quer ficar para trás, certo?

Plano de gestão financeira

Um passo bem importante para otimizar esse processo é a criação de um Plano de Gestão Financeira. Com ele é possível organizar rotinas, prever gastos e presumir lucros.

Veja abaixo os benefícios que esse programa pode trazer para a sua empresa. Nós falamos de cada um deles detalhadamente aqui nesse link.

  • Maior controle do fluxo de caixa;
  • Gerenciamento de estoque;
  • Aumento da produtividade;
  • Redução de erros;
  • Diminuição dos custos.

Organize um plano de gestão e apresente para o seu cliente, e comece a cuidar, de fato, da gestão financeira do escritório.

Principais erros de gestão financeira

Para te auxiliar nessa tarefa de cuidar da gestão financeira do seu cliente, vamos listar abaixo os três principais erros cometidos pelas empresas. Vamos lá?

1. Finanças pessoais x Finanças corporativas

Esse erro é bastante comum, principalmente nas pequenas empresas e empreendedores individuais. Misturar as finanças pessoais com as da empresa pode ser determinante para o fracasso do negócio.

Ao retirar dinheiro do caixa para pagar despesas pessoais, o gestor acaba por perder o controle financeiro e isso pode gerar vários problemas. O principal deles é a falta de recursos para arcar com o próprio funcionamento da empresa.

2. Não elaborar um fluxo de caixa

Ainda é fácil encontrar gestores que não conhecem informações sobre o funcionamento das suas empresas, principalmente quando se trata de questões financeiras. Na maioria das vezes, isso acontece devido à falta de um planejamento de fluxo de caixa. Sendo assim, os gastos não são controlados, ou são feitos de forma errada.

Essa é mais uma oportunidade para você, contador, assumir o papel consultivo e ajudar o seu cliente na gestão financeira do escritório dele.

Com um fluxo de caixa bem feito ele vai, por exemplo, prever:

  • Valores disponíveis que a empresa tem;
  • Receitas mensais;
  • Principais despesas do negócio.

Com esses dados, a tomada de decisão será muito mais assertiva.

3. Gestão financeira dos lucros

Outra fonte comum de erros e com a qual você pode ajudar o seu cliente, é a gestão dos lucros. Nesse sentido, é importante, ainda mais no início da empresa, investir os lucros novamente na empresa. Esse processo faz com que a empresa cresça e o lucro aumente.

Investir em outros fins pode ser um problema. Portanto, é importante que você faça um plano de investimentos, incluindo parte dos lucros do seu cliente.  Por isso, deixe claro para ele que a sua intenção é o crescimento contínuo e seguro de seu escritório.

Bom, agora você já sabe como pode ajudar na gestão financeira do seu cliente. Que tal, agora, conhecer um plano incrível para gerir melhor as finanças e apresentar o melhor resultado para o seu cliente? Basta clicar aqui e se informar.

Escrito por

João Vitor Fernandes - Analista de Conteúdo

João Vitor é jornalista, pós-graduado em Marketing para Mídias Sociais e Especialista em Produção de Conteúdo com certificações em Inbound Marketing e Blogues Corporativos. Atualmente atua como Analista de Conteúdo na Mastermaq.

Confira nossos outros posts