Gestão de projetos: entenda como fazer a implementação adequada

10 de agosto de 2016

Pensando na estratégia corporativa da sua empresa, é preciso ter projetos bem desenhados, por exemplo, para comunicação, crescimento e gestão. No entanto, não se pode afirmar que existe receita pronta para uma gestão de projetos. Tendo em vista que cada um tem suas especificidades, não é possível dizer que todos vão seguir a mesma linha lógica.

Contudo, existem etapas básicas comuns a este processo que, se seguidas com resiliência e disciplina, maximizarão as possibilidades de sucesso. Como dito anteriormente, projetos têm por objetivo viabilizar mudanças e, portanto, são um fator sucesso para as atividades das empresas.

Portanto, além da educação corporativa, é preciso planejar as ações da sua empresa. No artigo de hoje, vamos te mostrar algumas etapas básicas para uma boa gestão de projetos. É só seguir a leitura.

Como organizar sua gestão de projetos em 5 etapas

Iniciação

Essa é a etapa na qual formalizamos as necessidades, objetivos, requisitos essenciais e restrições. Além disso, definirmos as partes interessadas, envolvidas e os responsáveis pela gestão.

Essa parte é importante para a sequência da sua gestão de projetos. Esse é o escopo do projeto. É nele que são definidas as áreas, tarefas e o responsável por cada uma delas.

Planejamento

A etapa de planejamento é o momento do desdobramento das diretrizes. Aqui devemos considerar o tempo, escopo, equipe, custos, riscos e ademais situações definidas como relevantes por cada equipe.

Na etapa de planejamento são definidos os planos de ação. Nesse momento cada equipe vai definir as estratégias para consegui alcançar os objetivos definidos no escopo do projeto.

Execução

Durante a execução devemos estabelecer uma ótima comunicação com as partes envolvidas. Essa prática ajuda a monitorar constantemente a evolução de cada entrega planejada.

Ficar atento as entregas é essencial para manter se manter dentro do escopo e não fugir das datas e ações planejadas. Atrasos podem colocar em cheque o alance de resultados;

Controle

A etapa de controle é usada para apurarmos os dados de monitoramento da execução e, a partir deles, ajustamos a trajetória. Nesse sentido, é preciso tentar se manter ao máximo dentro do planejamento.

As alterações feitas nessa etapa precisam ser, sempre que possível, ajustadas para se manter fiel ao tempo de execução planejado.

Encerramento

O Encerramento é a última das etapas básicas, nele avaliamos os resultados obtidos e os confrontamos com o idealizado. Isso, além de definir a eficácia do projeto, nos possibilita obter lições de aprimoramento para os próximos.

Por fim, outro ponto relevante é perceber que às etapas de Planejamento, Execução e Controle, que ocorrem em determinado momento de forma paralela e cíclica.

O Controle deve, se necessário, provocar revisões de planejamento e, consequentemente, novas linhas de execução. Esse ciclo é feito até que o projeto esteja alinhado com os objetivos almejados. Essa iteração remete ao ciclo PDCA.

Gostou das nossas dicas para uma boa gestão de projetos? Que tal agora, continuar as discussões em nossas redes sociais? Entre em nosso Facebook e Linkedin e fique por dentro das novidades.

Escrito por

Mastermaq Software

A Mastermaq mantém, há 28 anos, uma história ao lado dos contadores e empresas, com o propósito de transformar a contabilidade em fator de sucesso para o empreendedor brasileiro. Especialistas em soluções para gestão e operação de organizações, com forte aderência às legislações: contábil, fiscal, trabalhista e tributária, a empresa atende todo o território nacional.

Confira nossos outros posts