5 dicas para facilitar a entrega da EFD-Reinf no seu escritório!

A transmissão da Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) está chegando: a entrega começa dia 1 de maio de 2018! Ela é um novo módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) e surgiu para complementar o eSocial.

Com a data chegando, é importante que você e os seus colaboradores estejam preparados da melhor forma para essa obrigação. Assim, vocês conseguem ajudar os seus clientes de forma eficiente! Por isso, separamos 5 dicas que vão ajudar o seu escritório na entrega da EFD-Reinf. É só continuar a leitura deste artigo!

1- Entenda sobre a obrigação

Para preencher e fazer a entrega da EFD-Reinf da melhor forma, é importante entender tudo sobre a obrigação. Para que ela serve, o que informar, quem deve entregar, quais são os prazos de transmissão. Aqui no nosso blog, você encontra artigos que falam sobre isso!

Mas vamos falar sobre cada um desses pontos rapidamente:

  • Para que serve a EFD-Reinf?

Como já falamos, a obrigação é um novo módulo do SPED e surgiu para complementar o eSocial. Nela vão ser registradas as movimentações referentes às notas fiscais que não envolvem vínculos trabalhistas.

  • O que informar?

A Reinf vai contar com as seguintes informações:

  • serviços prestados e tomados;
  • retenções na fonte de pagamentos diversos feitos a pessoas físicas e jurídicas;
  • recursos recebidos por associação desportiva que mantenha equipe de futebol profissional ou repassados para elas.
  • Quem deve informar?

– as empresas que prestaram e/ou receberam serviços de terceiros;
– as empresas que fazem retenção da contribuição para o Programa Integração Social ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/PASEP), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
– as empresas que recolhem a Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB);
– as entidades promotoras que envolvam associação desportiva que mantenha clube de futebol profissional;
– pessoas jurídicas e físicas que pagaram ou creditaram rendimentos sobre os quais houve retenção do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (IRRF), por si ou como representantes de terceiros.

  • Quais são os prazos para transmissão?

– 1º grupo: empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões em 2016 começam a transmitir dia 1 de maio de 2018;
– 2º grupo: empresas com faturamento até R$ 78 milhões em 2016 começam a transmitir dia 1 de novembro de 2018;
– 3º grupo: órgãos públicos começam a transmitir 1 maio de 2019.

2- Treine sua equipe

Manter sua equipe informada sobre a obrigação é importante para que ela consiga atender os seus clientes da melhor forma possível, além de fazer a entrega da EFD-reinf no prazo certo!

Por isso, incentive e apoie os seus colaboradores a fazerem cursos, participarem de eventos e palestras sobre a Reinf. Assim, além de aprender mais sobre a obrigação eles conseguem trocar experiências com outros contabilistas.

Essa palestra online que fizemos, por exemplo, pode ser uma boa opção para ajudar os seus colaboradores!

3- Organize o seu escritório para a entrega da EFD-Reinf

A EFD-Reinf é uma obrigação mensal que envolve um número grande de informações e dados que devem ser transmitidos. Por isso, é importante que você se organize e ajude os seus colaboradores.

Para isso, você pode fazer um calendário com as datas de transmissão de acordo com cada cliente, fazer a revisão e atualização das informações cadastrais e de processos necessários para a obrigação.

É importante também que você organize os documentos que os clientes vão enviar. Isso vai ajudar muito os seus colaboradores na hora do preenchimento.

4 – Fique atento ao uso do Certificado Digital

A EFD-Reinf é composta por diversos eventos, são eles que o seu colaborador vai preencher e transmitir. Mas, para enviá-los, vai ser necessária uma autenticação da empresa do seu cliente. Ela deve ser habilitada para função de assinatura digital respeitando a Política do Certificado.

O certificado tem que ser emitido por Autoridade Certificadora, credenciada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) do tipo A1 ou A3. Lembrando que os certificados têm que ser da nova versão Raiz certificadora V5. Por isso, fique atento e oriente os seus clientes!

5- Escolha um bom software

A Receita Federal Brasileira não vai disponibilizar nenhum programa para transmitir a EFD-Reinf inicialmente. Por isso, é importante que você procure algum sistema que atenda todas as suas necessidades e facilite o preenchimento e entrega da obrigação!

Você precisa procurar por uma ferramenta que foi desenvolvida para a entrega da EFD-Reinf e que vai otimizar o trabalho dos seus colaboradores. Diminuindo chances de erros, retrabalhos, garantindo mais segurança e produtividade para o seu escritório e deixando o seus clientes mais satisfeitos!

Esperamos que essas 5 dicas te ajudem com a entrega da EFD-reinf! Quer saber como otimizar a entrega da obrigação? Clique aqui e leia o artigo que preparamos pra você!

Mastermaq

Com mais de 25 anos de experiência, a Mastermaq oferta produtos e serviços baseados em softwares para todo o território nacional. Contamos com uma rede especializada que atende em todas as regiões do país, envolvida no acompanhamento de milhares de contratos ativos.

LEIA TAMBÉM