O que é a DRE? Entenda tudo sobre a declaração de Resultados do Exercício

A DRE é um relatório contábil que é feito junto com o Balanço Patrimonial

10 de agosto de 2020

A DRE ou Demonstrativo de Resultados do Exercício é o relatório contábil que analisa a capacidade de uma empresa em gerar lucro. Ou seja, ela leva em consideração os lucros e prejuízos em um determinado período. 

Para os contadores, essa sigla é bastante conhecida. No entanto, para os empresários ela pode gerar inúmeras dúvidas, inclusive, sendo confundida com o fluxo de caixa. Nós escrevemos um artigo sobre essa diferença, para que não reste nenhuma dúvida. 

Agora, vamos te explicar, em detalhes, como estruturar, os critérios para apresentação, qual a importância e objetivo deste demonstrativo. É só seguir a leitura, vamos nessa?

O que é DRE?

O Demonstrativo de Resultados do Exercício é um relatório obrigatório que as empresas precisam apresentar anualmente e é regulamentado pelo artigo 187 da Lei nº 6.404/1976. Ele precisa ser assinado por um profissional de contabilidade e analisa os lucros e prejuízos de uma empresa no período. Sendo assim, a DRE é o demonstrativo que analisa a capacidade da empresa em gerar lucros.

Mesmo sendo obrigados a entregar a demonstração uma vez ao ano para fins de gestão, as empresas podem determinar períodos menores de análise. Ou seja, é possível fazer a análise mensal, ou até mesmo trimestral. Com estas informações, você conseguirá ter alguns elementos para definir as estratégias da empresa. Vamos entender melhor?

Para que serve a DRE?

Como a DRE é um relatório que confronta as receitas, despesas e resultados apurados, ela traz informações valiosas e que podem ajudar na tomada de decisões. Portanto, ela pode e deve ser usada como ferramenta estratégica dentro da administração empresarial. Veja abaixo quais informações ela pode gerar:

  • custos ligados aos produtos e serviços;
  • receita total de vendas;
  • lucro obtido com as operações;
  • incidência de impostos sobre os produtos;
  • o nível de endividamento;
  • estratégias adotadas pela empresa.

Como fazer a apresentação de uma DRE?

A apresentação do demonstrativo de lucros e prejuízos precisa ser feito seguindo uma ordem pré-estabelecida. Primeiro, é preciso informar as receitas brutas das vendas dos produtos e prestações de serviços. Nessa etapa também são colocados os impostos incidentes, operações de venda e abatimento

Feito isso, é hora de informar as receitas líquidas daquele período analisado. Delas são subtraídos os custos dos produtos vendidos e dos serviços prestados. Isso é feito para obter-se o resultado operacional bruto. Apurados estes números é preciso subtrair as despesas ocorridas no período e depois somar às demais receitas. Com isso, portanto, chegamos ao resultado operacional líquido. Ou seja, antes da incidência dos impostos.

Por fim, após subtrair os valores dos impostos, achamos o resultado líquido. Vale lembrar que este cálculo é feito antes da soma da participação nos lucros, que é obtida sobre o valor do resultado líquido menos o valor do prejuízo acumulado dos outros exercícios.

Exemplo de estrutura da DRE:

Como fazer a análise da DRE?

Não existe apenas uma maneira de fazer a análise da DRE. Ela pode ser feita de forma vertical ou horizontal. Veja como funciona.

Vertical

Com essa análise você consegue calcular o percentual de cada despesa, receita ou custo do período, em relação ao faturamento bruto. Sendo assim, será possível entender de forma mais rápida, quais foram os responsáveis pela diminuição ou aumento do lucro, por exemplo.

Horizontal

A análise horizontal permite o entendimento correto de qual foi o aumento ou redução das contas ao longo dos meses do período analisado. Sendo assim, é possível obter os valores que precisam ser analisados com mais cautela e até prever possíveis alterações de estratégia

Já pensou em contar com a ajuda de um contador?

Está achando tudo complicado? Como dissemos, para os profissionais de contabilidade esse é um tema comum. Portanto, para além de ter que assinar a DRE, o seu contador pode te ajudar a entender estes números e fazer a análise mais correta dos resultados. 

Outra possibilidade é a de que, juntos, vocês consigam traçar as melhores estratégias de gestão. Afinal, os profissionais de contabilidade sempre foram essenciais para o sucesso das empresas e sempre estiveram prontos para ajudar os empreendedores a superar os seus desafios. 

Qual a relação entre a DRE e o Balanço Patrimonial?

Por fim, como dissemos no começo deste texto, a DRE é feita junto com o balanço patrimonial da empresa. Enquanto o demonstrativo traz o resultado do confronto entre receitas e despesas, o balanço traz um levantamento dos ativos e dos passivos da organização. Com os dois juntos a gestão possui um panorama completo da situação patrimonial e financeira no período analisado.

Espero que tenha gostado do nosso conteúdo e que tenha entendido tudo sobre a DRE. Quer continuar seus estudos sobre a gestão de empresas? Visite nosso Facebook, Linkedin e Instagram para participar das nossas discussões;

Escrito por

João Vitor Fernandes - Analista de Conteúdo

João Vitor é jornalista, pós-graduado em Marketing para Mídias Sociais e Especialista em Produção de Conteúdo com certificações em Inbound Marketing e Blogues Corporativos. Atua como Analista de Conteúdo na Mastermaq.

Confira nossos outros posts