11 dicas para você fazer o planejamento financeiro da sua empresa

Confira nossas dicas e comece a gerir sua empresa de forma eficaz

23 de junho de 2020

Planejamento é a palavra que os empreendedores mais ouvem quando estão fazendo algum tipo de capacitação para expandir a empresa, oferecer novos serviços ou mesmo, quando vão abrir o próprio negócio. Dentre eles, o planejamento financeiro é o principal deles, afinal, ninguém quer jogar dinheiro fora, certo?

Claro que estas falas não são em vão, planejar é mesmo fundamental para qualquer tipo de negócio. Agora, uma pergunta: como anda o planejamento financeiro da sua empresa? Você acredita que ele tem dado resultado?

No artigo de hoje, vamos te mostrar algumas metodologias para fazer um bom planejamento financeiro e ainda te dar 11 dicas para você criar o seu. Vamos nessa?

Metodologia para um bom planejamento financeiro empresarial

Existem inúmeras metodologias e você pode escolher uma delas ou então aliar mais de uma para obter melhores resultados. Neste artigo eu vou te mostrar três que são bem simples e fáceis de usar. Vamos nessa?

5W2H

Esta metodologia se baseia em sete perguntas e podem te ajudar a entender alguns pontos sobre um investimento, um empréstimo ou qualquer ação financeira. Veja quais são as perguntas:

5 W

  • What (o que será feito?
  • Why (por que será feito?) 
  • Where (onde será feito?) 
  • When (quando?) 
  • Who (por quem será feito?)

2H

  • How (como será feito?)
  • How much (quanto vai custar?)

Análise SWOT

Essa é uma ferramenta tipicamente usada na gestão de projetos, porém, podemos aproveitar sua estrutura fazer um bom planejamento financeiro. Isso porque ela permite que você identifique os pontos fortes e fracos da sua empresa frente aos concorrentes. Com isso, é possível entender onde investir o seu dinheiro e onde é preciso recuar.

Entenda a sigla:

  • S – Strengths – Forças
  • W – Weaknesses – Fraquezas
  • O – Opportunities – Oportunidades
  • T – Threats – Ameaças

Ciclo PDCA

O ciclo PDCA é importante para a realização de um bom planejamento financeiro, pois ele faz com que você e seu time financeiro verifique a todo o momento os resultados obtidos, revise as ações tomadas, propondo melhorias no planejamento. Entenda:

  • P: Plan – planejar
  • D: Do – fazer
  • C: Check – checar
  • A: Action – agir

ciclo pdca

11 dicas para você fazer o planejamento financeiro da sua empresa

1. Antes do planejamento financeiro, analise a situação atual

Toda trajetória começa de um ponto de partida, certo? Por isso, a primeira etapa de um bom planejamento financeiro é entender qual a situação atual da empresa. Essa medida ajuda a identificar as possibilidades e perceber em quais pontos é preciso dar mais atenção.

Neta etapa, você pode utilizar a análise SWOT para identificar os pontos fortes e fracos da organização e também as ameaças e oportunidades dos seus concorrentes. Com estes dados é possível definir de forma assertiva os objetivos do seu planejamento financeiro.

E esta é a nossa próxima dica. Vamos nessa?

2. Proponha objetivos a serem cumpridos pelo Planejamento Financeiro

Agora que já sabemos por onde começar é preciso definir aonde queremos chegar. Nesta etapa do planejamento financeiro é importante ter em mente os objetivos que deseja alcançar e o tempo estimado para que ele se concretize.

Aqui é necessário colocar o quanto a empresa está disposta a fazer novos investimentos, limite de custos e despesas e uma estimativa de lucros a serem atingidos. Lembre-se de ter metas realistas para que o seu planejamento financeiro seja efetivo.

3. Defina as ações a serem realizadas

Após definir os objetivos é hora de traçar os planos para que eles sejam alcançados. Portanto, pense de forma prática e planeje ações objetivas para otimizar as entregas e melhorar os resultados.

É interessante traçar pequenos objetivos para as várias áreas da empresa. Uma dica importante: não abrace tudo sozinho, capacite sua equipe para que ela te ajude a realizar o seu planejamento financeiro. Afinal, você não consegue fazer todas as funções da empresa ao mesmo tempo, certo?

4. Executando o planejamento financeiro

Agora que está tudo planejado é hora de colocar a estratégia em prática. Comece, portanto, com a capacitação das equipes internas da sua empresa. Depois disso, coloque as ações definidas na etapa anterior em ação.

É importante também apontar os líderes de cada área para que eles te ajudem a coordenar o projeto e medir os resultados. Contudo, tenha em mente que o seu planejamento financeiro não é estático. A medida que os processos forem acontecendo, é preciso ajustar a estratégia para que o objetivo final seja alcançado. Vamos entender melhor?

5. Avaliando e qualificando

O seu projeto financeiro precisa ter previsto pontos de checagem de métricas – acompanhamento de resultado. Ou seja, de tempos em tempos é preciso avaliar os resultados e, se necessário, propor mudanças e melhorias.

Por exemplo: o seu planejamento financeiro prevê aumentar os lucros ao final do ano. No entanto, você percebeu que os gastos mensais não diminuíram nos dois primeiros meses, é preciso instruir novas ações para que esta situação seja corrigida.

06. Aplicar as modificações

Você planejou, colocou o plano em ação e mediu os resultados. Agora é hora de voltar ao planejamento e identificar, a partir dos resultados medidos, possíveis mudanças para otimizar o seu planejamento financeiro. Além disso, reavaliar e aplicar mudanças pode funcionar também como prevenção, ou seja, você pode ter identificado algum erro já na fase de execução. 

Como dissemos, um plano financeiro não é algo estático e precisa ser alterado para que os resultados sejam potencializados. . 

07. Pensar em caminhos alternativos para o planejamento financeiro

Todo o planejamento financeiro tem um fio condutor. Uma linha central. No entanto, é preciso prever alguns outros cenários para que a sua empresa não seja pega de surpresa. Um exemplo: ninguém poderia prever a crise de coronavírus, no entanto, as empresas que têm em seus planejamentos um orçamento para gestão de crise, estão se saindo melhor.

É recomendável que você faça pelo menos dois outros planejamentos alternativos. Um altamente positivo, onde todas as metas foram atingidas e os custos reduzidos e outro negativo, onde tudo acontece fora do planejado. 

08. Elaboração orçamentária anual

Não existe um tempo certo para começar a implantar um planejamento financeiro. Ou melhor, é fundamental que comece desde o primeiro dia de funcionamento da empresa. No entanto, caso ainda não tenha, comece o quanto antes.

Prepare seu planejamento e defina as metas para um ano de atuação, onde as metas de investimentos se tornarão projeções e você poderá definir as estratégias de atuação com mais tranquilidade e assertividade. Ou seja, dessa forma você terá os limites de custos e despesas que precisará respeitar, bem como os investimentos que precisará realizar durante o ano.
Essa tática é conhecida como gestão orçamentária e é extremamente necessária para o sucesso do seu planejamento financeiro. 

09. Calcule o preço ideal para o seu produto ou serviço

Essa é uma etapa muito importante para o sucesso de uma empresa. Isso porque, os preços praticados pela sua empresa, influencia diretamente no ponto de equilíbrio empresarial. Ou seja, o valor que você cobra precisa ser compatível com os gastos de manutenção, despesas com fornecedores, pró-labore dos sócios e etc. 

No entanto, caso estes gastos estejam muito alto o preço do seu produto ou serviço pode ficar muito acima do mercado. Com isso, o seu planejamento financeiro pode te ajudar a identificar, por exemplo, onde estão gastos que podem ser cortados. 

10. Registre e controle o seu planejamento financeiro

Todas as etapas do seu projeto precisam ser documentadas. A cada nova atividade é preciso registrar o que já foi feito e medir os resultados alcançados. Esse documento, além de te ajudar a controlar o que tem sido feito, será uma base para novos investimentos e outras decisões que serão tomadas.

Além disso, documentar tudo ajuda na segurança e previne problemas com possíveis fiscalizações e, também, com as entregas das obrigações contábeis. Nesse sentido, um software como um ERP, por exemplo, pode ser um bom aliado.. 

11.Considere a ajuda de um Contador

O seu contador é peça fundamental na gestão do seu negócio. Para além das obrigações fiscais e contábeis, ele pode te ajudar estrategicamente na gestão da sua empresa. Além do auxílio no planejamento financeiro propriamente dito, ele pode atuar no balanço patrimonial, auditoria tributária entre outras atividades. O seu contador sempre esteve ao seu lado e pode te ajudar a melhorar o seus resultados.

Bom, essas foram as 11 dicas para você fazer um planejamento financeiro eficiente para a sua empresa. Quer outras dicas sobre a gestão da sua empresa? Baixe o nosso manual para PME’s e descubra como colocar a gestão do seu negócio em outro patamar.

Manual para PMEs

Escrito por

Mastermaq Software

A Mastermaq mantém, há 28 anos, uma história ao lado dos contadores e empresas, com o propósito de transformar a contabilidade em fator de sucesso para o empreendedor brasileiro. Especialistas em soluções para gestão e operação de organizações, com forte aderência às legislações: contábil, fiscal, trabalhista e tributária, a empresa atende todo o território nacional.

Confira nossos outros posts