Criatividade e inovação: é tempo de se reinventar

Dê uma nova cara aos seus serviços e acompanhe as mudanças no mercado

11 de maio de 2020

Em meio à crise econômica, uma das saídas dos negócios para conseguir contornar os impactos tem sido mudar a forma em que serviços são apresentados. Este momento é delicado, nós sabemos tanto quanto você, mas ele pode ser uma grande oportunidade para agregar mais valor ao cliente e fortalecer sua marca

Para isso, a criatividade e a inovação andam lado a lado e, no artigo de hoje, vamos abordar sobre a diferença desses dois conceitos e te dar dicas sobre como ser criativo e inovar em tempos difíceis, vamos nessa? 

Qual a diferença entre criatividade e inovação?

Esses conceitos estão atrelados, mas não possuem o mesmo significado e participam de partes diferentes no processo de se reinventar.

A criatividade é uma capacidade que possibilita o profissional a desenvolver ideias que vão além do senso comum. Essa forma de pensar consegue criar planos e estratégias com detalhes, visualizando sem muito esforço qual resultado irá ser obtido ao final. 

Note que nesse processo não existe nenhuma ação concreta, ou como diz o filósofo grego Platão, está apenas no “mundo das ideias”. 

A inovação vem logo depois. Agora é o momento em que você tira todas ideias para fora do papel e começa a efetivamente a trabalhar, botando tudo em prática. Soluções e mudanças são feitas para resolver falhas e propor novos serviços. 

Ficou claro a relação criatividade e inovação? Uma seguida da outra, elas se completam para conseguir obter novos resultados!

Como se reinventar com criatividade e inovação

Para agir e por a mão na massa, é preciso ter um início, articulando o que será feito e a partir de novas ideias. Porém, essa habilidade cognitiva nem sempre é fácil de ser ativada, infelizmente não temos nenhum botãozinho que possa ser ligado e bum, surgem ideias.

No entanto, existem exercícios e práticas simples que podem liberar seu lado criativo, vamos ler mais sobre algumas delas!

Converse com outras pessoas

Ao conversar com diferentes pessoas, é provável que você se depare com pensamentos novos, visões que você pode não ter tido de primeira, e a partir daí passa a refletir com outra postura. 

Assim já é possível que surjam novas percepções e você solte a criatividade!

Procure pontos de melhoria

Uma das saídas para surgirem soluções com a junção criatividade e inovação é entender como seu serviço está sendo usado pelo cliente, o que ele acha que pode melhor ou que não está funcionando. 

Ao juntar alguns feedbacks, você consegue analisar sua empresa pela percepção do cliente e o que pode melhorar. 

Pesquise sobre as falhas

A partir da denominação desses pontos acima, pesquise conteúdos e materiais sobre como resolver essas falhas de forma efetiva. A partir de exemplos e dominação desses temas, seu repertório vai ser automaticamente expandido. 

Dessa forma você conseguirá pensar em como introduzir em seu contexto e pensar diferente!

Observe a concorrência

Saiba que nesta jornada de se reinventar, você não está sozinho. É provável que diversas empresas do seu segmento também estejam buscando ou até já colocando em ação recursos novos.

Fica claro a importância de estar sempre que possível dando uma espiadinha em seu concorrente. Se ele está introduzindo recursos novos, que tal refinar e apresentar de uma forma diferente? A iniciativa de acompanhar os demais possui dois pontos positivos principais:

  • Se manter atualizado sobre o que está acontecendo em seu mercado;
  • Impulsionar novos pensamento e exceder limites além do existente! (nada mais que inovar!)

E agora, uma pitada de inovação!

Agora que você sabe todos o ingredientes para uma sua receita, é preciso uma pitada de inovação para misturar tudo e voilà, seu bolo de criatividade e inovação está pronto!

Tudo bem, chega de metáforas. Apresentamos como fomentar a liberação criativa, o próximo passo é entender as práticas que fomentam e atrapalham o desenvolvimento da inovação dentro da sua equipe. 

Essa parte é tão importante quanto a criatividade, então escrevi um artigo falando explicitamente quais ações devem ser implantadas e retiradas de empresas consolidadas para liberar também o espírito inovador. Confira!

Escrito por

Gabriela Bowen - Estagiária de Marketing

Gabriela é estagiária de Marketing e Conteúdo da Mastermaq Software, sob a supervisão de João Vitor Fernandes - Analista de Conteúdo.

Confira nossos outros posts