Comunicação Não Violenta: mantenha seus colaboradores motivados

Usar os conceitos de gestão estratégica de pessoas é fundamental para o sucesso do seu negócio

11 de março de 2020

Nós temos o hábito de criar diversas rotinas que padronizam nossa ações diárias, exigindo menos esforços. Com isso, acabamos agindo no automático, ou seja, executamos ações  sem que nos demos conta de seus impactos.

O mesmo ocorre com a comunicação. Nossa expressão diz muito sobre o que estamos sentindo e é a partir dela que conexões são geradas ou interrompidas. 

O conceito de Comunicação Não Violenta (CNV), surgiu em 1960, criado pelo psicólogo americano Marshall Rosenberg. Ela busca, além de desvendar uma forma mais simples de fala evitando desencontros entre o transmissor e receptor, aflorar as essências individuais, expressando ideias honestas e seus valores

Comunicação Não Violenta no dia a dia da sua empresa 

Todos nós possuímos necessidades, seja de uma solução, segurança ou suporte. Ou seja, seu colaborador precisa se sentir confortável em conversar e questionar, a fim de entender as demandas propostas. Estudos apontam que a desconexão em muitos casos é gerada por frustrações criadas de necessidades não atendidas (ou que não ganharam devida atenção).

A empatia é fundamental! Essa prática é essencial para o desenvolvimento da Comunicação Não Violenta, permitindo a identificação das dores, otimizando a forma de entrega de valor e formando uma conversa completa.

Para conseguir criar uma conexão proveitosa, você deve seguir 4 pilares essenciais. Confira!

Observação

Para entender o clima da sua empresa, não tenha pré-julgamentos ou preconceitos. Ao criar estigmas negativos da imagem do outro, você estará automaticamente impedindo que a conversa flua de forma natural e, assim, não conseguirá assimilar com eficiência o que está sendo dito de fato.

Sentimento

Reconheça quais sentimentos foram gerados durante seus diálogos. Como você se sentiu? Esteve nervoso, feliz ou pressionado? O mesmo vale para o seu colaborador. Como ele se sentiu após a última reunião?

Conseguir perceber o sentimento de sua equipe em relação a empresa é fundamental. Por vezes, a forma como nos comunicamos desmotiva o funcionário e faz com que ele fique insatisfeito e renda menos.

Necessidade

Entenda o que realmente seu funcionário está buscando! Às vezes ele não vai conseguir explicar com detalhes qual é o problema. No entanto, proporcionar momentos de conversas e possibilidade de feedback nos dois caminhos (Gestão —Colaborador e Colaborador — Gestão) é essencial para que você consiga compreender a necessidade do seu funcionário.

Pedido

Caso vá fazer solicitações, se atente com o tom de voz usado para não gerar a impressão de imposição. O ponto principal é se expressar com clareza para não gerar dúvidas sobre o tratamento durante o contato.

Quando for demandar algo, explique com clareza e permita que seus colaboradores discutam, questionem e discordem da sua posição. Fique ligado: impor uma ordem e fazer com que todos obedeçam só vai gerar frustração, retrabalho e desgaste em sua equipe.

Gestão estratégica de pessoas

A comunicação não violenta pode colaborar com a gestão estratégica de pessoas na sua empresa. Reter talentos e valorizar os profissionais é fundamental para o bom desempenho do seu negócio.

Em sua estratégia de gestão de pessoal, você também precisa ficar atento ao conceito de gestão por competência. Ela trata de oportunizar ao seus colaboradores oportunidades de crescimento baseados no conhecimento, habilidade e atitude. 

Portanto, é necessário traçar o perfil profissional que você deseja em sua empresa , se comunicar adequadamente com os seus colaboradores e dar oportunidades de crescimento e valorização.

A gestão de pessoas, contudo, passa também por oferecer benefícios e garantir que a vida profissional do colaborador dentro da empresa siga sem contratempos. Para isso, utilizar os conceitos de RH do Futuro é importante para garantir a satisfação do seus colaboradores.

Espero que tenha entendido a importância de se praticar a comunicação não violenta em sua empresa. Que tal aprofundar mais os seus conhecimentos sobre gestão de pessoas? Baixe o nosso guia sobre como contratar profissionais efetivos, temporários e terceirizados.

Escrito por

Gabriela Bowen - Estagiária de Marketing

Gabriela é estagiária de Marketing e Conteúdo da Mastermaq Software, sob a supervisão de João Vitor Fernandes - Analista de Conteúdo.

Confira nossos outros posts